Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
|
|
|

Energia Reativa

Motores elétricos de indução e transformadores são equipamentos que possuem um circuito magnético que absorve dois tipos de energia, a ativa e a reativa. A energia ativa é aquela que produz trabalho, como a rotação do eixo de um motor. Já a energia reativa não produz trabalho, mas é necessária para produzir o fluxo magnético indispensável ao funcionamento dos motores e transformadores.

A energia reativa ocupa um espaço no sistema elétrico que poderia ser utilizado pela energia ativa. Para reduzir as perdas no sistema e nas instalações do cliente, o ideal é que haja menos energia reativa, para disponibilizar mais espaço para a energia ativa.

Fator de potência

O fator de potência é a relação entre a energia ativa e a energia reativa para cada unidade consumidora. A medida indica qual a porcentagem da energia total fornecida é efetivamente utilizada como energia ativa e mostra o grau de eficiência do uso dos sistemas elétricos. Cada cliente possui um fator de potência diferente, já que a quantidade de energia reativa requerida se dá em função dos equipamentos elétricos em operação em sua unidade consumidora.

Valores altos de fator de potência – próximos a 1,0 – indicam uso eficiente da energia elétrica, enquanto fatores baixos indicam seu mau aproveitamento, além de representar uma sobrecarga para todo sistema elétrico. O fator de potência máximo autorizado pela resolução nº 414/10 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é de 0,92. Clientes que apresentam índice inferior terão a energia ou a demanda reativas excedentes cobradas em conta.